sábado, 29 de maio de 2010

O nitrogênio é o gás ideal

O nitrogênio ajuda a evitar explosões.










Quando o avião toca no chão, os travões são acionados para fazer a imensa máquina parar, dando que os pneus aquecem  muito neste processo de travagem.
Chegam a 80 graus Célsius. "Com o calor, elevado dentro do pneu cria  gases que, em contato com o oxigênio, poderiam explodir.




. O ar comprimido, rico em oxigênio, portanto é descartado. Como era preciso escolher uma substância que não reagisse com os gases libertados com o calor, escolheu-se o nitrogênio, que é abundante na natureza. Outra vantagem é que esse gás praticamente não se expande nem se contrai com as mudanças de temperatura que, nos pneus de grandes aviões, vão de menos 50 graus Célsius (altitude de cruzeiro) a 80 graus (na aterragem). Evita-se assim uma variação extrema de pressão. O uso de nitrogênio em pneus aeronáuticos é obrigatório no mundo todo desde 1987 para os pneus traseiros (que têm sistema de travagem).

(Há varios sistemas de travagem de um avião só tou a fazer um destaque aos pneus.)

8 comentários:

João Santos disse...

Mas uma boa aula aqui no Blog ASAS MADEIRA!

Abraço e já agora amanha a explicação? ehhh

Jõao

alexandre lima disse...

oi, obrigado pelo comentário

Luís Correia disse...

Excelente post, e grandes "fumaças", lol

JR disse...

Paulo Teu blog esta com um visual muito fixe...

Abraço José

JR disse...

Olá Migo,
excelentes fotos....

Abraço
jose

Vitor Hugo Silva disse...

Bom texto, não conhecia o interior dos pneus de um avião ...

Parabens plos teus sempre excelentes textos xD

abraço

p.s. : grande imagem de fundo no titulo do teu blog, belo A330 ;)

Anónimo disse...

Muito Interessante...

NK13 disse...

Atenção que o Conjunto roda/travão atinge temperaturas muito superiores a 80ºC, Um avião quando chega ao stand a temperatura média é cerca de 180ºC, por vezes mais.